Novidades

Startups brasileiras: quais as vantagens para os investidores

novembro 17, 2022
startups brasileiras

Quando falamos sobre investimentos em startups brasileiras e o mercado de inovação no Brasil, saímos à frente de diversos países. Isso porque o Brasil é o segundo país das américas em número de unicórnios (fica atrás apenas dos EUA) e o oitavo no ranking mundial, com cerca de 15 startups que já ultrapassaram a marca de US$1 bi*.  

*Dados da G2D Investments

Nos últimos anos, a tecnologia aplicada ao mercado de inovação tem trazido destaque ao Brasil, que registrou o surgimento de uma série de soluções e negócios de rápido crescimento – movimentação que chama investidores para o país. 

Milan K., Founding Partner da Mantis, investidora da Trace, compartilhou sua visão sobre os empreendedores do Brasil e América Latina no Trace Connect -Brazil VC Week Edition- e afirmou que vê um grande potencial na região: “Não apenas por representar uma oportunidade enorme em termos de PIB, mas também porque existem esses empreendedores com um sentimento de inquietude, que resolvem problemas existentes na região e podem ser totalmente game changing“. 

Investimentos estrangeiros em startups brasileiras 

Mais do que provar o valor do ecossistema inovador brasileiro ilustrando o efeito manada dos VCs em direção a nossas terras férteis para investir, é possível apresentar algumas particularidades que tornam nosso país uma grande fazenda de negócios com alto potencial de escalabilidade.

A quinta maior população mundial e um grande e bem heterogêneo mercado consumidor tornam-se janela para a criação de diversas oportunidades comerciais para negócios, que por muitas vezes, se iniciam em terras brasileiras e expandem para outros países, como é o caso do Nubank, empresa nacional com presença no Brasil, México, Argentina, Colômbia, Estados Unidos e Alemanha. 

Além disso, como já abordamos no blog da Trace, FOMO ou Fear of Missing Out também atrai os investidores, que buscam oportunidades em território nacional, onde é possível encontrar, cada vez mais, grandes apostas. Quinta Andar, Nuvemshop, Loft, Loggi  e iFood são exemplos de grandes startups que surgiram por aqui e despontam no ecossistema de inovação da região. 

Tudo isso, somado a alguns dados que demonstram uma recuperação da economia brasileira neste período pós-pandemia, ponto positivo para investidores, com uma taxa média de crescimento de 1% do PIB no primeiro trimestre de 2022, de acordo com a CNN Brasil. O número é maior do que o de países como EUA e Reino Unido, o que traduz não só um potencial super vantajoso para investimentos como também um oceano azul de oportunidades de negócio. 

Fique por dentro de mais assuntos como este no blog da Trace. Clique aqui e acesse mais conteúdos!